#tbt E quando não haviam lives no Instagram?

#tbt de hoje… há uns 4 anos atrás eu descobri que fazer lives era divertido, mas não foi pelo Instagram, que naquela época acho que nem stories tinha.

Comecei no Periscope, uma ferramenta do #twitter ! Era muito divertido e cheguei a fazer ali 101 transmissões!

Depois, migrei como muitos ao Instagram e simplesmente esqueci disso.

Até que veio a #quarentena e uma seguidora, em uma das lives que participei, escreveu no comentário: te assisto desde os tempos do #periscope !

Fiquei curiosa! Será que a ferramenta existe ainda?

E não é que o site está firme e forte por lá!! Pena que não dá para rever todas as transmissões e em algumas os temas já caducaram (rs..) mas, tem uma transmissão sobre oclusão e DTM que acho que ainda é atual, isso porque este tema mudou muito pouco.

Quer dar uma olhada? Segue o link: https://bit.ly/periscopeDor

Disestesia oclusal

disestesia.001

😬Você já ouviu falar em Disestesia Oclusal?? 🧐

👉🏻A disestesia oclusal é uma condição na qual os contatos dentários que não são clinicamente identificáveis ​​como contatos prematuros nem associados a outros distúrbios (por exemplo, tecidos periodontais, polpa dentária, músculos mastigatórios ou articulações temporomandibulares). Ainda, têm sido perpetuamente (por exemplo, mais de seis meses) percebidos como perturbadores ou desagradáveis.

👉🏻Os achados clínicos não têm relação reconhecível com o tipo e a força das queixas relatadas. Os pacientes afetados sofrem de estresse psicológico e psicossocial grave.

👉🏻Deu já para sacar né? Os pacientes relatam que a sua oclusão não está normal, está desagradável, é a causa de todos os males que eles sentem, buscam diversos profissionais e muitas vezes já foram submetidos a várias terapias oclusais (ortodontia, próteses, ajustes oclusais, etc), com insucessos!

👉🏻A Disestesia Oclusal atende aos critérios para um “distúrbio somático sintomático”, de acordo com os critérios estabelecidos na 5ª edição do Guia Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5).

✍🏻Este mês no Journal of Oral Rehabilitation saiu um guia clínico sobre esta condição.

Se você é dentista – TEM QUE CONHECER! rs… Vai ajudar a evitar iatrogenias.

📌Link: https://bit.ly/disestesia

Imhoff, B, Ahlers, MO, Hugger, A, et al. Occlusal dysesthesia—A clinical guideline. J Oral Rehabil. 2020; 47: 651– 658. https://doi.org/10.1111/joor.12950

Photo by Joseph Costa on Unsplash

#ficaadica 

😊

Podcast – Sono e Dor Orofacial

cibele pod.001

Hoje é 13 de maio de 2020 e estamos vivendo tempos de pandemia.  Estamos ainda em uma fase de distanciamento social em algumas cidades e em outras já lockdown.
E, como você já sabe, no começo desta quarentena, para suavizar os dias, fiz algumas transmissões via Instagram. Convidei professores e amigos para responderem a questões sobre algum tema específico, ligado a área de Dor Orofacial.
Resolvi então transformar as gravações que eu tinha em programas de podcast, assim, o conteúdo não se perdia!
Por favor,  lembre-se que é uma transmissão pelo Instagram, então o audio pode não estar muito bom…
Então nesta live conversei com a Professora Cibele Dal Fabbro do Instituto do Sono  sobre a relação entre Sono e Dor Orofacial. Professora Cibele trabalha há anos nesta área e tem uma experiência incrível, com vários trabalhos já publicados e atualmente  coordena o curso de formação em Odontologia do Sono do Instituto do Sono de São Paulo – SP.
Vamos ouvir?
Para isso você pode procurar pelo podcast Por Dentro da Dor Orofacial em qualquer aplicativo ou mesmo no google!
Vou deixar o link para o episódio no Spotify:

Podcast – Zumbido e DTM

pri.001
Hoje é 27 de abril de 2020 e estamos vivendo tempos de pandemia.  Estamos ainda em uma fase de distanciamento social.
E, como você já sabe, no começo desta quarentena, para suavizar os dias, fiz algumas transmissões via Instagram. Convidei professores e amigos para responderem a questões sobre algum tema específico, ligado a área de Dor Orofacial.
Como sou super atrapalhada, infelizmente não consegui gravar todas as transmissões.
Mas quem tem boca, vai a Roma! Falei isso nos dois episódios anteriores, com as entrevistas do Professor Paulo Conti e do Professor Ricardo Tesch e recebi uma mensagem no whastapp de alguém que gravou alguns dos audios!
Obrigada querida Lucia Deluiz por resgatar e trazer a possibilidade de eu publicar estes audios.
Por favor,  lembre-se que é uma transmissão pelo Instagram, então o audio não saiu muito bem…
Então nesta live conversei com a Professora Priscila Sidney da Universidade Federal do Paraná (UFPR)  sobre a relação entre Zumbido e DTM. Professora Priscila junto com Professor Daniel Bonotto coordenam o SAMDOF – o Serviço Ambulatorial em Dor Orofacial da UFPR – onde atendem pacientes com DTM e Dor Orofacial e ainda realizam pesquisas (sigam eles pelo instagram @SAMDOF.UFPR)!
Já agradeço novamente à querida Priscila por responder prontamente a todas as nossas dúvidas!
Vamos ouvir?
Para isso você pode procurar pelo podcast Por Dentro da Dor Orofacial em qualquer aplicativo ou mesmo no google!

Podcast: Dor e degeneração na ATM

PODCAST RICARDO.001

Hoje é 21 de abril de 2020 e ainda estamos vivendo tempos de pandemia.
Durante a quarentena fizemos transmissões via Instagram. O episódio de hoje deriva do audio de uma destas transmissões.  Eu convidei professores e amigos para responderem a questões sobre algum tema específico, ligado a área de Dor Orofacial.
Foram 10 lives! Um verdadeiro congresso em que aprendi muito!
Mas infelizmente, como já contei, não consegui gravar todas as transmissões.
A de hoje foi resgatada pela professora Daniela Gonçalves, obrigada amiga!
Como toda transmissão ainda há falhas durante a gravação, então,Por favor, releve!
Então nesta live conversei com o Professor Ricardo Tesch dor e degeneração na ATM. Professor Ricardo Tesch  é ortodontista e Especialista em DTM e Dor Orofacial. Atualmente é Professor Adjunto da Faculdade de Medicina de Petrópolis, onde é o Coordenador do Curso de Especialização em DTM e Dor Orofacial e coordena também um grupo de pesquisa em dor crônica. Também é coordenador do curso de especialização em DTM e Dor Orofacial da PUC Maestra e Maestria de Santigo de Los Caballeros, na Republica Dominicana.
Já agradeço novamente ao professor Ricardo pela disponibilidade em conceder esta entrevista
Vamos ouvir? Para isso você pode procurar pelo podcast Por Dentro da Dor Orofacial em qualquer aplicativo ou mesmo no google!

Podcast: Toxina Botulínica e DTM

Hoje é 13 de abril de 2020 e estamos vivendo tempos de pandemia. Muita coisa mudou no mundo todo com isso. Estamos em uma fase de distanciamento social.
Tentei, então, bem no começo desta quarentena, suavizar os dias com transmissões via Instagram. Então, convidei professores e amigos para responderem a questões sobre algum tema específico, ligado a área de Dor Orofacial.
Foram 10 lives! Um verdadeiro congresso em que aprendi muito!
Mas infelizmente não consegui gravar todas as transmissões. Falando bem a verdade, eu não tinha tido esta ideia, até que começaram a chegar vários pedidos. Aí, acionei os colegas do GEDOF, especialistas em DTM e Dor Orofacial que participam do grupo de estudos que coordeno, e perguntei se alguém tinha conseguido gravar algumas delas.
E ainda bem que sim!
A de hoje foi resgatada pela colega Alice Mioto de Curitiba! Algumas que virão depois pela professora Daniela Gonçalves, que também foi entrevistada! E outras, eu consegui gravar. Uma pena que nem todas deram certo…. Ainda, como toda transmissão ainda há falhas durante a gravação. Por favor, releve!
Então nesta live conversei com o Professor Paulo Conti sobre o uso da toxina botulínica na DTM. Professor Paulo Conti é a pessoa de destaque na dor orofacial no Brasil, professor titular da Faculdade de Odontologia de Bauru, e que entre outras coisas, hoje é também coordenador do Bauru Orofacial Pain Group, do qual faço parte, e secretário do grupo de Cefaleia e Dor Orofacial da IASP, Associação Internacional de Estudo a Dor.
Já agradeço novamente ao professor Conti pela disponibilidade em estar conosco.
infelizmente a gravação começa quando nosso bate papo já tinha começado. Mas são 42 minutos de muita informação, que não podia deixar de compartilhar com vocês.
Vamos ouvir?
Link abaixo!
podcast conti.001

A queixa do estalo na ATM…

estalo.001

Uma das queixas principais no consultório do especialista em Disfunção Temporomandibular (DTM) e Dor Orofacial é ruído na ATM. Na maioria das vezes este ruído é do tipo estalo, indolor mas muito incômodo.

Pacientes relatam que não conseguem bocejar ou mastigar sem a presença do ruído, que muitas vezes é audível o suficiente para incomodar quem está ao lado. Beijar na boca também é uma missão impossível sem o ruído.

A causa principal é um tipo de DTM muscular, o deslocamento do disco com redução.

Conhecer esta condição é, portanto, fundamental!

No ano passado Professor Rodrigo Poluha e a equipe do Bauru Orofacial Pain Group, capitaneada pelo Professor Paulo Conti, com colaboração do Professor Eduardo Grossman publicaram um artigo de revisão sobre o assunto na regista JAOS – Journal of Applied Oral Science. 

A JAOS é uma revista nacional, com bom fator de impacto, da Faculdade de Odontologia de Bauru  (FOB)- USP, e com acesso gratuito! Ou seja, só não lê o artigo quem não quer. E ele está neste link: http://bit.ly/DDCR_USP

Segue o resumo traduzido para o Português:

Poluha RL, Canales GT, Costa YM, Grossmann E, Bonjardim LR, Conti PCR. Temporomandibular joint disc displacement with reduction: a review of mechanisms and clinical presentation [published correction appears in J Appl Oral Sci. 2019 Apr 01;27:e2019er001]. J Appl Oral Sci. 2019;27:e20180433. Published 2019 Feb 21. doi:10.1590/1678-7757-2018-0433

“O deslocamento do disco com redução (DDWR) é um dos distúrbios intra-articulares mais comuns da articulação temporomandibular (ATM). Fatores relacionados à etiologia, progressão e tratamento dessa condição ainda são objeto de discussão. Esta revisão de literatura teve como objetivo abordar etiologia, desenvolvimento, fatores relacionados, diagnóstico, curso natural e tratamento de DDWR. Foi realizada uma busca não sistemática no PubMed, Scopus, SciELO, Medline, LILACS e Science Direct, utilizando os termos Medical Subjective Headings (MeSH), termos “desordens temporomandibulares”, “articulação temporomandibular”, “deslocamento de disco” e “deslocamento de disco com redução” . Nenhuma restrição de tempo foi aplicada. Revisões da literatura, revisões sistemáticas, meta-análise e ensaios clínicos foram incluídos. O DDWR é geralmente assintomático e não requer tratamento, uma vez que as estruturas da ATM se adaptam muito bem e sem dor a diferentes posições do disco. No entanto, estudos de longo prazo mostraram a progressão favorável dessa condição, sem dor e / ou bloqueio da mandíbula ocorrendo na maioria dos pacientes.”

Falando nisso….

Últimas vagas para o curso de DTM e Dor Orofacial coordenado pelo Professor Paulo Conti e Professora Juliana Stuginski Barbosa, com participação do Bauru Orofacial Pain Group.

Para mais informações CLIQUE AQUI.

Rapidinhas – Publicação do DC/TMD em Português Brasileiro!!

Finalmente!!!

Depois de um longo e tenebroso inverno está publicado no site do  DC/TMD a versão traduzida oficialmente.

E o que temos que fazer, além de clicar aqui e fazer download? Agradecer imensamente o esforço dos professores Francisco Pereira e Daniela Gonçalves e de todos os colaboradores!! Muitooooo obrigada! 🙂

Captura de Tela 2020-02-17 às 18.59.12

Podcast – Ortodontia, Bruxismo e DTM – entrevista para o canal Rompendo Fronteiras Ortodontia

podcast.001
Muito ainda se discute sobre a relação entre oclusão, ortodontia, bruxismo e Disfunção Temporomandibular (DTM). A literatura caminha apontando que a relação não é tão direta como ainda pensam muitos dentistas.
Sobre este assunto, recebi em minha casa (perdoem os ruídos de obra ao fundo) a Daniela Ferreira e o Marcos Campos, dois cirurgiões dentistas, ortodontistas que fizeram um canal no Youtube e perfis nas redes sociais chamado Rompendo Fronteiras Ortodontia, e que são curiosos para saber mais sobre estas condições. Afinal, qual ortodontista que não recebeu em seu consultório um paciente com sinais e sintomas de DTM e tantas duvidas, não é?
Dê um play, siga o Rompendo Fronteiras Ortodontia e deixe seu comentário! Esta entrevista também está no canal deles no Youtube!

10 anos….

10 anos.001

10 anos!

Passaram voando. Frase clichê mas que reflete a pura realidade!

Quanta coisa aconteceu! Especialização, mestrado, doutorado, dois consultórios, inúmeras aulas, parcerias importantes, congressos organizados, livros devorados, pesquisas publicadas, artigos lidos, dicas dadas…. 10 anos.

E sabe, nada faria sentido se não houvessem os leitores, os fiéis leitores, que após cada postagem mandavam mensagens, emails, telefonemas. Obrigada a todos vocês que leram cada frase. Obrigada especial àqueles que lêem desde o post #1.

Mas obrigada também ao blog. É. Obrigada Por Dentro da Dor Orofacial. Sem você talvez não teria ministrado uma aula sequer. Sem você talvez eu não teria a relevância que tive em alguns momentos. Sem você não teria onde desabafar, contar o que vi.

Mas você se desdobrou, se recriou… primeiro numa página de Facebook, depois em um perfil noInstagram e mais recentemente numa lista de transmissão no Whatsapp, perfil no Telegram, na minha nova paixão, em um Podcast.

Mas sempre é você. Meu blog. Meu espaço. Minha voz.

E seguimos em frente….

#10anos