Pela primeira vez aqui: bruxismo!

Eu prometi que assim que recuperasse a conexão banda larga iria escrever sobre bruxismo.

Mas desta vez tenho tanta coisa prá escrever que daria um livro. Eu adoro bruxismo. RS… Pensando melhor, vou deixar para escrever sobre a relação bruxismo do sono X disfunção temporomandibular para outro dia.

Eu acho que é importante contar para aqueles menos familiarizados com o tema que pode-se classificar o bruxismo em do sono e em vigília. Deve-se saber que as fisiopatologias destas duas condições são diferentes.

Em 2008 o Journal of Oral Rehabilitation publicou um série de artigos (excelentes!!) de revisão em um único número.

O artigo de fisiopatologia do bruxismo, escrito por Lavigne e colaboradores tem o seguinte trecho no resumo:

“ Bruxismo em vigília é definido como um apertamento dental que ocorre quando o indivíduo está acordado. Sua prevalência é relatada por 20% da população adulta. O bruxismo em vigília é associado com estado de nervosismo e reações ao estresse. A fisiologia e patologia do bruxismo em vigília é desconhecida, entretanto o estresse e ansiedade são considerados fatores de risco.

Durante o sono, ranger de dentes (percebido pelo parceiro ou membro da família) é relatado por 8% da população adulta. O bruxismo do sono é um comportamento que foi recentemente classificado como um ‘distúrbio do movimento relacionado ao sono’. As evidências de que os fatores oclusais seriam fatores etiológicos para bruxismo do sono são mínimas. As publicações recentes sugerem que o bruxismo é secundário à microdespertares (definido como um aumento na atividade autonômica cardíaca e respiratória que tende a se repetir 8 a 14 vezes por hora de sono). Os papéis na etiologia dos fatores hereditários (genética) e também da resistência das vias aéreas superiores na gênese do bruxismo do sono estão sob investigação. ..”

Só o resumo é uma aula! Para quem quer tratar o bruxismo, compreender sua fisiopatologia é essencial.

Clique para ampliar

Clique na figura para ampliar!

Mais uma vez, é importante classificar este bruxismo, separar o que acontece quando estamos acordados de quando estamos dormindo…

E este é o primeiro post de dezenas que virão! Se eu tivesse tempo montava um blog só prá bruxismo! Por dentro do Bruxismo! #ficaadica

Bom final de semana e como dizia meu amigo @bruxismo no twitter: Ei você, desencoste os dentes!

P.S.: Tem um artigo de 2003, gratuito para download que foi escrito também pelo Lavigne. Muito bom: http://cro.sagepub.com/cgi/content/full/14/1/30

5 pensamentos sobre “Pela primeira vez aqui: bruxismo!

  1. A Academia Americana de Dor Orofacial não abrange este assunto, como acho que deveria, no seu guia. Quando toca em fatores etiológicos para DTM, há um trecho que citam os hábitos parafuncionais, inclusive bruxismo. No glossário há a definição:
    “Bruxismo: atividade parafuncional diurna ou noturna, incluindo apertar, comprimir e ranger os dentes”.
    É uma definição muito simplista na minha opinião, leva em conta apenas aspectos clínicos e não a fisiopatologia.
    Seria interessante que a Academia ou outra associação se dedicassem mais ao bruxismo até mesmo para propor uma classificação mais adequada.
    Hoje há somente uma classificação que cita o bruxismo do sono como distúrbio do movimento do sono que é a classificação internacional dos distúrbios do sono.
    Mas e o bruxismo em vigília??

    • olá me chamo juliana lopes e tenho bruxismo. muito obrigada pelas informações.
      há mais ou menos 1 ano descobri o bruxismo quando meu ex namorado falou que quando dormia
      tinha mania de ranger os dentes, como não percebia resolvi buscar mais informaçoes no site.
      acabei perecbendo q isso pode ser muito sério e preciso dar mais atenção.

  2. Pingback: Bruxismo X DTM « Por dentro da Dor Orofacial

  3. Pingback: Resumo sobre bruxismo « Por dentro da Dor Orofacial

Os comentários estão desativados.