Como os leitores tratam o paciente com bruxismo

Vocês devem ser lembrar que alguns dias atrás postei aqui um artigo que relatava como os alemães tratavam os pacientes com bruxismo.

Então coloquei uma enquete para que os leitores deste blog relatassem como eles fariam este tratamento.

Hoje fechei a enquete. Foram 82 votos!

Abaixo os resultados…

Algumas considerações: fiquei surpreendida com o número pequeno de placas de silicone. Pela minha experiência clínica, todos os dias aparecem pacientes que já utilizaram uma, indicada por seu dentista. Talvez possa ser pelo perfil dos leitores deste blog, dedicado a profissionais da saúde que se interessam por esta área. Também, como não são todos dentistas, acho que isso pode ter influenciado a escolha da segunda opção, a de técnica de relaxamento. Aliás, acho que poderia ter feito esta votação com múltipla escolha, já que algumas técnicas se complementam.

Ainda, deveria ter separado também o bruxismo do sono do bruxismo em vigília, o primário do secundário. Da próxima vez farei isso com certeza!

Desculpe mas não compreendo ainda o porquê das terapias oclusais apontadas por 12% das pessoas que responderam a enquete. Também não entendi algumas outras respostas. Acho que devemos procurar o tratamento do bruxismo baseado no que conhecemos de sua fisiopatologia.

Só tratamos o que compreendemos.

Agora, por favor, você que sugeriu soltar as amarras, me conta como é isso!!! 🙂

 

3 pensamentos sobre “Como os leitores tratam o paciente com bruxismo

  1. Dr@ Juliana. De imediato,trata-se o bruxismo com a placa interoclusal para tirar os dentes de oclusão.Sou ortopedista ( funcional dos maxilares ) da Dr@ Wilma Simões, mas os aparelhos ortopédicos tb funcionam muito bem,uma vez que tira a mandíbula de uma postura patológica para uma postura terapeutica. .Aliviando as tensões musculares, e depois faz-se desgastes nos dentes com enfoque na Terapia de Reabilitação Neuroclusal do Dr. Pedro Planas.Concordo que a interferência oclusal não é a causa do bruxismo, mas um fator talvez desencadeante, quando a associado à outros ( stress, depressão, etc ).

    • Selda, a fisiopatologia do bruxismo do sono primário é central, decorre de um microdespertar adrenérgico. Não consigo entender como uma interferência oclusal possa ser fator desencadeante. O contato dental é o último evento de uma sequência do bruxismo do sono. Ainda, vários estudos alertam que não se deve realizar procedimentos irreversíveis para tratamento de bruxismo.

  2. Pingback: OdontofoGUIA! #05 | Medo de Dentista

Os comentários estão desativados.